RAPIDINHAS DO ND (09-04-12) – POR AGRIPINO JUNIOR

Insegurança – O distrito de Timbó pede mais segurança. Nos últimos dias houve uma sequência de assaltos na região. Para tentar evitar um novo assalto, um grupo de moradores se reuniram na espera dos marginais, mas o mesmo não aparecerem, muito provavelmente alguém os passou informação que estavam esperando-os. Essas comunidades mais afastadas do centro precisam mesmo de mais policiamento, pois são alvos mais visitados pelos criminosos.

Política 01 – Não pegou bem! Segundo o Blog de Daltro, ao ser indagado sobre a política em Nísia Floresta, o prefeito George Ney teria respondido: “Em Nísia não tem político corajoso o suficiente para enfrentar Camila!”. A declaração não repercutiu bem. A parte da população nisiaflorestense que é mais ligada em política, achou muito deselegante da parte de George, já oposição ficou indignada e achou uma atitude desrespeitosa por parte do atual prefeito da terra do camarão.

Religião – Os padres, José Lenilson de Morais (Administrador Paroquial) e Fábio Pinheiro Bezerra (Vigário Paroquial), agradeceram à cobertura do Nísia Digital durante toda a Semana Santa realizada pela Paróquia de Nossa Senhora do Ó em Nísia Floresta. O agradecimento público foi postado nas redes sociais e dito na Missa de Páscoa, realizada ontem na Igreja Matriz. O ND contribuiu na divulgação e também postou matéria e fotos de boa parte dos atos litúrgicos dessa celebração tão tradicional em nossa cidade.

Política 02 – Zezinho Miranda, possível pré-candidato à prefeito em Nísia, diz está esperando a resposta de uma pessoa para anunciar um grande novidade na política local. Zezinho, que já exerceu mandato de vereador, se diz ansioso: “Fiz o convite a uma pessoa para seguirmos juntos no pleito eleitoral deste ano. Estou esperançoso que a resposta seja positiva. A partir da confirmação, o quadro pode mudar na política de Nísia Floresta”. Ficamos no aguardo dessa resposta.

Publicidade

O que tem a nos dizer?

...

Um comentário sobre “RAPIDINHAS DO ND (09-04-12) – POR AGRIPINO JUNIOR

  1. Rejane de Souza

    Embora não queira estar atrelada ao percurso de política partidária, não posso deixar de externar minha preocupação pelo que acontece na cidade, onde uma mulher tão avançada em seu tempo viveu, no universo político. O cenário é preocupante: desemprego para maioria. Falta de uma política de combate efetivo das drogas. E com isso um percentual significativo de adolescentes e jovens egressos no mundo da marginalidade. Um potencial de um rico artesanto sendo subestimado. E, acompanhando pelos blogs, não vejo nenhum candidato falar sobre plano de governo, o que irá fazer para atacar as fragilidades dessa região. Eu só leio sobre quem vai sair com quem. O foco deveria ser outro. Estamos na era da informação do conhecimento. Hoje todos os recursos que vêm para o Estado e municípios podem ser acompanhados através de um click no site de busca. E, há gestores, que ainda persistem manter práticas arcaicas em períodos de pré- eleição.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *