INSUFICIÊNCIA RENAL AGUDA E DIETOTERAPIA

Por Ana Maria de Morais, nutricionista e colunista do Nísia Digital.

A insuficiência renal aguda (IRA) é uma síndrome clínica, caracterizada por uma rápida perda da função renal (diminuição da função glomerular e tubular), com acúmulo de produtos finais do metabolismo normalmente excretados pelos rins. Os níveis plasmáticos elevados da uréia, creatinina, íons de hidrogênio, potássio e ácido úrico representam algumas das conseqüências metabólicas da IRA (Gibney, 2007).

Segundo Krause, é caracterizada por uma redução súbita na taxa de filtração glomerular (TFG) e uma alteração na capacidade do rim de excretar a produção e uma alteração diária de excreção metabólica. As causas de IRA são várias, e com freqüência várias ocorrem simultaneamente. (2005, p. 922)

O cuidado nutricional em IRA é particularmente, se você tem algum familiar ou amigo que encontra-se com Insuficiência Renal Aguda, eis algumas orientações nutricionais para pacientes em tratamento. Lembrando que muitas vezes a IRA é reversível, porém se o tratamento não for adequado pode-se evoluir para a IRC (Insuficiência Renal Crônica).

  • Fazer de 5 a 6 refeições por dia, para evitar o jejum prolongado e diminuir o volume, entre intervalos de 3 em 3hs;
  • Preferir carnes magras evitando as mais gordurosas;
  • Mastigar bem os alimentos;
  • Consumir preferencialmente frutas com cascas;
  • Evitar o consumo de bebidas alcoólicas, refrigerantes e café;
  • Abusar das saladas cruas;
  • Evitar alimentos ricos em purinas: caldo de carnes, sardinha, vísceras;
  • Evitar alimentos gordurosos como carnes gordas, salgados fritos e frituras em geral;
  • Aumentar o consumo de pães, cereais e farinhas de grãos integrais e outros produtos de grãos integrais;
  • Aumentar o consumo de hortaliças, especialmente legumes e frutas, sobretudo aqueles com cascas, sementes e caroços comestíveis;
  • Consumir cereais de alto teor de fibras, como granolas;
  • Aumentar o consumo de água para pelo menos 10 copos de 200ml ao dia;
  • Fazer acompanhamento com o Nefrologista, Nutricionista e demais profissionais que assim seja necessário.

Publicidade

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>