MATÉRIA DO ND É CRITICADA EM SESSÃO NA CÂMARA MUNICIPAL

Por Redação, do Nísia Digital.

Na sessão ordinária dessa quarta-feira (6), ao final do grande expediente, onde foram propostas outras dezenas de requerimentos por praticamente todos os parlamentares presentes, dos mais diversos teores, o presidente Jorge Januário deu início a ordem do dia. Depois de críticas públicas feitas ao vice-prefeito, Boka, por parte de outro parlamentar; a matéria do Nísia Digital, a qual tratava da discussão entre alguns parlamentes, foi criticada pelo vereador Jorge e outros, que disseram que ela tinha repercutido de forma muito negativa para a casa legislativa.

A crítica girou em torno do fato de não termos disponibilizado o áudio completo da referida sessão, o que teria causado todos os comentários negativos vindos de nossos leitores e que também teve o mesmo tipo de repercussão na rádio local. O discurso do presidente Jorge foi acompanhando pelas palavras de apoio dos vereadores Eugênio Gondim, Marcelo Mesquita, Linderval e Daniel Marinho. Tendo um deles dito que, se fosse para termos mais audiência, poderíamos continuar postando este tipo de notícias sobre ele. Chegaram a supor que isso seria um tipo de intimidação. O áudio dos discursos estão disponíveis na sede da Câmara, aos que estiverem interessados ao se aprofundarem no que foi dito.

É importante frisar que em nenhum momento o trabalho prestado pelo Nísia Digital como um todo foi criticado, mas sim o fato isolado da matéria já citada. Os vereadores também reforçaram a importância de que ações da casa sejam levadas até a população, nunca dando uma conotação de censura em suas falas.

2013-03-06 10.15.04

Segue abaixo uma nota oficial do ND sobre o assunto:

Caros leitores, como já foi dito de forma clara no texto acima, nós fomos alvos de críticas na sessão de hoje na CMNF. Gostaria de frisar que sempre é bom recebê-las, pois nos fazem crescer, evoluir. Temos que saber que nem todos ficarão satisfeitos com determinadas matérias postadas no Nísia Digital. A final, a nossa intenção foi justamente essa: fazer uma crítica construtiva a cerca da citada discussão, mostrando um determinado fato. Nunca foi nossa intenção jogar o povo contra os vereadores. A opinião da população que comentou na postagem foi o fato que deve ter pesado.

Primeiramente, acredito ser muito difícil um leitor parar e ouvir quase 3 horas de áudio, que foi, mais ou menos, o tempo total do que foi gravado na sessão em questão. O foco da postagem não foi a sessão como um todo, mesmo assim fizemos breve citação ao fato de diversos requerimentos terem sido apresentado, citado até os campeões nesse sentido: Marcelo e Eugênio. Os nobres vereadores tem conhecimento que existe a possibilidade de uma parceria entre o ND e a Câmara, no sentido de divulgar informações e cobrir eventos da casa. Desta forma, todos eles serão beneficiados, podendo mostrar os seus trabalhos na casa. Um trabalho totalmente diferente do realizado em alguns outros meios de comunicação, que geralmente beneficiam algumas determinadas figuras públicas de forma separada, ignorando os trabalhos dos demais. Tudo isso está em fase final, faltando apenas alguns detalhes E partiu de nossa parte e abraçada pelo presidente.

Em segundo lugar, respondendo ao único comentário que realmente achei desnecessário, queria dizer ao nobre vereador que nós cobrimos de graça e de forma isenta as eleições, a diplomação, a posse e a primeira sessão solene, onde ele aparece em nossos registros. Sabemos que na região, isso poderia ter sido cobrado a peso de ouro. Bem como já o “clicamos” em diversos eventos, como por exemplo, a celebração aos 50 anos da Campanha da Fraternidade. Cobrimos também algumas audiências públicas enquanto o mesmo ocupava o posto de presidente da casa, nunca foi cobrado nada por isso. Ele sabe e conhece o nosso estilo de trabalho e parece ter esquecido a nossa imparcialidade e compromisso que temos para com os assuntos relevantes de nossa cidade, poupando os leitores de inúmeras polêmicas que poderíamos ter levantado se a nossa intenção fosse pura e exclusivamente ter mais acessos. Creio que ele deva conhecer minhas limitações, pois eu queria está mais presente e abranger todas as comunidades de Nísia Floresta. Como também conhece o meu caráter herdado de meu pai, Sr.. Agripino, um dos homens mais corretas que viveram nestas terras, o que é uma grande responsabilidade.

Não quero, de forma alguma, intimidar os vereadores. Queremos cobrá-los, de forma responsável, por temos a consciência de seus direitos e deveres e por serem os representantes do povo. De fato, por alguns momentos, eles poderão se sentir incomodados, mas será sempre visando melhoria para a população de nossa cidade e até mesmo em seus trabalhos. Tudo isso faz parte da função de um meio de comunicação imparcial, que não visa somente enaltece-los, mas que estará ao lado deles quando houver o devido merecimento e cobrando quando for preciso.

Como tenho ouvido nas ruas, não por esse fato isolado, mas se sim em relação ao nosso trabalho no geral, o ND tem mudado a forma com que os moradores vêm sua cidade, pois a informação dificilmente chegava a todos antes de iniciarmos nossa missão. Tenho certeza que os representantes do poder legislativo também tem esta visão. Continuaremos a seguir a nossa linha editorial, por acreditar ser a mais coerente para levar informação de qualidade para todos. Estaremos sempre abertos às críticas construtivas e as sugestões vindas daqueles que nos acompanham.

Agripino Marques de Carvalho Junior – Editor Geral
6 de março de 2013 – Nísia Floresta/RN.

Publicidade

O que tem a nos dizer?

...

5 comentários sobre “MATÉRIA DO ND É CRITICADA EM SESSÃO NA CÂMARA MUNICIPAL

  1. ERALDO

    Senhores do Nísia Digital ( Sr. Agripino) quero aproveitar o espaço não só para parabenizá-lo pelo trabalho mostrado e prestado ao povo Nisiense e Norte Riograndense, mas também para demonstrar meu apoio ao veículo ND, pois tenho acompanhado e vejo o trabalho sério e imparcial desenvolvido por vocês. Se tem algum segmento da sociedade se sentindo ofendido, paciência, não cabe a vocês promoverem ou satisfazerem interesses individuais e SIM e somente SIM estarem compromentidos com a divulgação de fatos e prestação de serviços. Fatos e Serviços estes que só temos a agradecer, pois como é sabido sentiamos falta de um veículo que pudesse nos informar dos acontecimentos da nossa região.

  2. SGT NORMANDO

    Bom dia Agripino Junior. Quero ser solidário a sua pessoa por entender que você estar fazendo um excelente trabalho jornalistico em nossa cidade. Quando criei o Blog Nísia em Foco, não foi para ter um emprego, pois não preciso, foi para melhor informar a nossa população o que estava acontecendo no município, no Estado, no Brasil e no mundo. Confesso em público que mim espirei no Nísia Digital, pois fazendo pesquisa em nosso município, só existia poucos meios de comunicação, muito diferente entre outros municípios do nosso Estado. Exemplo o município de São Jose de Mipibu, que tem mais de 30 Blogs, informando tudo que acontece no município e nem por isto deixam de postar. Além de todos os Blogs e Sates terem um bom relacionamento com o Poder Executivo, Legislativo e o Judiciário. Espero que você continue assim dando cobertura de forma imparcial, como sempre o fez. Aos nobres vereadores saibam receber criticas, envés de debaterem picuinhas na casa do povo. Realmente mais de três ( 3 ) horas de áudio e muito coisa para ser postado ou ouvida. O Nísia Digital estar de parabéns!!!!! Continue assim imparcial com a noticia.

    SGT NORMANDO
    EDITOR DO BLOG NÍSIA EM FOCO

  3. Ajosenildo

    Os “nobres vereadores” são representantes do povo, são pessoas públicas, nada mais justo o interesse do povo em acompanhar suas ações de cunho público, portanto FAÇAM O QUE DE FATO DEVE SER FEITO que o povo não os INCOMODARÃO, apenas ganharão repeito com todos.

  4. Felipe Aciole

    Caro Vereador Jorge e seus colegas , o que vem repercutindo mal para a imagem da Câmara Municipal de Nisia Floresta não é a matéria do ND. A imagem dessa casa infelizmente já está arranhada a muito tempo. Só não enxerga isso quem não quer ou quem depende dela. O fato de não ter publicado o áudio completo da sessão não muda em nada o motivo ridículo da discussão . E o senhor como presidente da mesma deveria ter interferido e não ter permitido que a casa do povo, local em que se deve tratar matérias de interesse dele , tivesse se transformado em um palco de justificativa para a prefeita . O que eu vejo Agripino Marques Jr. é que Infelizmente alguns vereadores perderam , como diriam os franceses : la noblesse de bureau , ou seja , a nobreza do cargo !

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *