A DESAFIADORA MISSÃO DE DANIEL MARINHO: A ESCOLHA DO SECRETARIADO

O prefeito tem o direito de escolher pessoas de confiança para lhe auxiliar na administração dos recursos públicos dos municípios. Os secretários municipais são peças fundamentais para o sucesso de uma gestão pública. Os perfis e suas atitudes refletem diretamente na imagem do gestor maior e no desenvolvimento da cidade.

Eleito para gerir o município de Nísia Floresta pelos próximos quatro anos, Daniel Marinho (PSDB) – que, atualmente, exerce o cargo de vereador – terá uma difícil missão: formar um secretariado que tenha competência técnica, política e que seja de confiança.

Qual seria o perfil perfeito para o cargo de secretário? Perfeição é algo complicado de se conseguir, entretanto, levando-se em consideração critérios técnicos, a escolha dos “chefes de pasta” deveria ser feita a partir do grau de formação e experiência profissional na área designada, comprometimento e carreira.

Em meio a fatores técnicos para selecionar o secretário adequado para cada setor, um grande desafio surge diante dos efeitos da eleição: os compromissos com aqueles que apoiaram o candidato vitorioso do pleito de outubro passado. Quem contribuiu para o êxito vai querer algo em troca. Fato.

Daniel conseguirá dosar todas essas medidas que acarretam uma boa ou má gestão? As respostas vão surgir ao longo dos meses. O lado positivo de cometer um erro na escolha é que existe a tal da exoneração, porém poderia causar desgaste. O anseio dos eleitores é o de poder contar com uma gestão inovadora, empreendedora, que tenha uma interface articulada aos novos tempos.

Por Agripino Junior
 Do Nísia Digital

O que tem a nos dizer?

...