COSERN REFORÇA ALERTA PARA EVITAR ACIDENTES COM PIPAS PRÓXIMO À REDE ELÉTRICA

Foto: Ilustrativa

A diminuição das chuvas e a chegada dos meses nos quais tradicionalmente mais venta no Rio Grande do Norte favorecem a brincadeira de empinar pipas. Mas esse tipo de diversão, quando feita próxima à rede elétrica, pode se tornar perigosa, provocar acidentes e até mesmo interromper o fornecimento de energia elétrica.

Um dos componentes mais perigosos de uma pipa é o cerol aplicado à linha na hora da confecção do brinquedo. Por conter raspas de vidro e pó metálico adicionado à cola, o cerol se transforma, automaticamente, num elemento condutor que, ao tocar na rede elétrica, pode energizar a linha que sustenta o brinquedo e provocar um choque elétrico no usuário.

Outro risco relevante é a possibilidade das pipas se enroscarem nos fios elétricos, causarem curtos-circuitos e até mesmo provocarem o rompimento dos cabos de energia.

Para que não haja riscos à segurança das pessoas nem ao fornecimento de energia, a Cosern reforça as seguintes dicas:

  • Nunca solte pipas próximo à rede elétrica, pois o contato entre cabos de energia e o brinquedo pode provocar choque elétrico. O ideal é que a brincadeira aconteça em locais com espaços abertos como praias e parques de futebol;
  • Caso a pipa fique presa a um poste ou na fiação, jamais tente resgatá-la. Telefone para o 116 da Cosern e avise a ocorrência.  Só os profissionais capacitados da concessionária podem se aproximar da rede elétrica;
  • Não utilize fios metálicos na confecção das pipas, pois eles são condutores de eletricidade;
  • Não utilize cerol nas linhas que seguram as pipas pois, ao tocarem nos fios de energia elétrica, eles podem se romper e provocar descargas elétricas. Além disso, a utilização do cerol também pode ferir gravemente as pessoas, caso a linha atinja qualquer parte do seu corpo.

O que tem a nos dizer?

...