COM A CHEGADA DO VERÃO, COSERN DÁ DICAS PARA ECONOMIZAR ENERGIA

Precisamente às 13h28 do dia 21 de dezembro começou o verão. Com a chegada da estação mais quente do ano, o consumo de energia, historicamente, aumenta nas residências e comércios. Registros da Cosern apontam uma elevação média de até 4% nas faturas, em relação ao período do inverno. Para evitar surpresas que podem comprometer o orçamento doméstico, a concessionária recomenda a adoção de medidas como uso eficiente dos equipamentos elétricos, principalmente de refrigeração.

O clima quente leva a maioria das pessoas a atenuar o desconforto das altas temperaturas acionando o condicionador de ar por mais tempo e abrindo mais vezes a geladeira, por exemplo. O resultado desse hábito pode ser a elevação no valor da conta de energia. Cada grau centígrado a mais na temperatura ambiental implica em um aumento aproximado de 2,5% no consumo mensal de energia elétrica, o que equivale a um mês de consumo de uma cidade como Extremoz, na Grande Natal, com pouco mais de 20 mil habitantes.

Comportamentos eficientes na utilização da energia, além da atenção aos desperdícios, são essenciais para que o consumidor evite surpresas, sem, necessariamente, abrir mão do conforto. Confira abaixo algumas dicas que podem proporcionar economia no uso dos aparelhos domésticos:

• Aparelhos elétricos de refrigeração consomem mais quando o ambiente externo está mais quente, evite, também, utilizar climatizadores e condicionadores de ar por longos períodos. A orientação é ajustar o condicionador de ar para temperatura confortável (cerca de 23° C) e utilizar o timer (temporizador) para ajuda a evitar o funcionamento desnecessário do equipamento;
• Após a refrigeração do cômodo, o consumidor pode recorrer aos ventiladores, para manter o clima agradável. Ligar o ventilador junto com o condicionador de ar, pode ser uma opção de economia, desde que ajuste a temperatura do ar em mais de 3°. É importante lembrar da limpeza regular desses equipamentos. Além de higiênica, a medida contribui para um desempenho mais econômico;
• No caso das geladeiras, quando em mau estado de conservação, os equipamentos chegam a representar 30% do consumo de uma residência. Além disso, freezers e geladeiras devem ser instalados em locais ventilados, com espaço mínimo de 15 centímetros de paredes e armários. Evitar a instalação dos equipamentos perto de fonte de calor, como o fogão ou parede que recebe insolação direta. É importante observar periodicamente a borracha de vedação que, uma vez ressecada, causa um grande desperdício de energia;
• Colocar o chuveiro elétrico na posição verão é mais uma dica de economia, quanto mais baixa a temperatura da água, menor o consumo;
• Fornos, sanduicheiras e ferros elétricos somente devem ser usados quando necessário. É importante otimizar o uso desses equipamentos, evitando desligar e reaquecer o aparelho com frequência.

• Desligue o condicionador ou climatizador de ar tão logo o ambiente esteja resfriado;
• Substitua os equipamentos de refrigeração de ambiente por ventiladores para manter o clima agradável;
• Mantenha os aparelhos limpos para evitar que a sujeira acumulada exija mais esforço do equipamento e maior gasto de mais energia;
• Freezers e geladeiras devem ser instalados longe do fogão e com espaço mínimo de 15 centímetros de paredes e armários;
• Observar a vedação da borracha da porta da geladeira;
• Coloque o chuveiro na posição verão;
• Evitar utilização de churrasqueiras e grelhas elétricas;
• Trocar as lâmpadas incandescentes por fluorescentes ou LED;
• Desligar as luzes e eletrodomésticos de ambientes que não estão sendo utilizados;
• Na hora de adquirir novos equipamentos, procurar os que apresentam selo Procel.

O que tem a nos dizer?

...

(adsbygoogle = window.adsbygoogle || []).push({});
error: