RN TEM 60 MILITARES GUARDA-VIDAS PARA CERCA DE 410 QUILÔMETROS DE LITORAL

Foto: José Aldenir

Estado cuja extensão do litoral corresponde a 410 quilômetros (a décima maior de todo Brasil), o Rio Grande do Norte possui, atualmente, apenas 60 militares guarda-vidas para atender a população que visita as praias urbanas e as do seu litoral. A informação foi checada e confirmada pelo Portal Agora RN junto ao Corpo de Bombeiros nesta terça-feira, 23. Segundo a corporação, o número só deve aumentar após a finalização do concurso público da categoria que ainda está em andamento.

Atualmente, os 60 guarda-vidas que atuam no Rio Grande do Norte trabalham em regime de plantão e em quatro pontos distribuídos entre Natal e a região metropolitana: o primeiro em Ponta Negra; o segundo na Praia do Meio (que atende também as regiões de Areia Preta e Praia do Forte); o terceiro em Búzios (que tem a incumbência de cobrir até a região do litoral de Tabatinga); e o quarto na Praia da Redinha (que atua nas regiões da Redinha Velha, Nova e Praia de Santa Rita). O plantão de cada profissional guarda-vida dura de 7h30 até às 17h.

Em Ponta Negra, a reportagem conseguiu identificar os militares que estavam trabalhando nesta terça-feira. Naquela região, o posto dos profissionais está fixado dentro do hotel Ponta Negra Beach, próximo ao Morro do Careca. De acordo com Moreira, um dos guarda-vidas que estava de plantão no momento, as ocorrências são raras por lá mesmo em época de veraneio. “Ficamos aqui o dia inteiro e é difícil haver alguma ocorrência. Quando tem, é com criança ou com pessoas embriagadas. Mas, de modo geral, não tem muitos casos por aqui”, revelou.

De acordo com a assessoria de imprensa do Corpo de Bombeiros, as praias que mais registram casos de afogamento e, consequentemente, necessitam das intervenções de guarda-vidas frequentemente são as do Meio e a de Búzios. “Por mais que tenhamos 400 quilômetros de litoral, boa parte desta extensão é deserta e não tem banhista. Os guarda-vidas trabalham apenas nas áreas de risco. Reconhecemos que o efetivo é baixo e ele deve ser incrementado após a conclusão do concurso que já está em andamento”, cravou a corporação.

Em cálculo raso, pode-se afirmar que, atualmente, caso todos os guarda-vidas trabalhassem de forma simultânea no estado (o que não ocorre), cada um deles seria responsável por cuidar de uma área de 6,6 quilômetros no litoral potiguar. Para se ter uma noção desta área, cada um dos profissionais teria que estar atento, ao longo de seu plantão, a metade da extensão da Avenida Senador Dinarte Mariz (famosa Via Costeira), que tem 13 quilômetros de via.

Do Agora RN

O que tem a nos dizer?

...

error: