MULHERES TECENDO ARTES NAS TRILHAS DA SERRA DA MICAELA – SANTO ANTÔNIO

Foto: Cedida

O Movimento “Mulheres Tecendo Artes” surgiu após o lançamento da “Antologia Um Salto Poético”, realizado em 13/12/ 2018, no Município de Santo Antônio/RN. A organizadora da edição foi da escritora, poetisa, psicóloga e pesquisadora Helena Monteiro. Um dos objetivos principais do movimento é oportunizar a produção literária das mulheres santoantonienses, assim como outras mulheres que partilhem do desejo de saborear a arte da escrita – poesia, literatura de cordel, contos, crônicas entre outras artes.

Diante disso, no decorrer de 2019, houve reuniões para partilhar saberes sobre a teoria literária, empoderamento feminino, produção de oficinas, visando aperfeiçoar a arte da escrita – através de laboratórios da escrita e de campo. Atualmente, o Movimento é composto por 14 mulheres de diversas áreas. Os encontros, na maioria das vezes, acontecem na Praça da Pedra da Onça.

Neste final de semana, 3 e 4 de agosto de 2019, o laboratório literário foi inusitado e ocorreu na Casa – Santuário de um mecenas da cultura, das artes, da ciência, do turismo e do empreendedorismo José Cícero de Oliveira (Cição), que também está à frente da gestão da Secretaria Municipal de Agricultura de Santo Antônio. A Granja que, é ponto turístico, fica ao pé da Serra da Micaela.

Sayonara Brasil , Cícero e Helena Monteiro – oordenadora do Movimento Mulheres Tecendo Artes.

A convite do proprietário, o grupo de mulheres fez a travessia, pioneira, pela Trilha do Serrote da Micaela. No local, foi possível conhecer uma árvore rara da região, certamente, centenária – a Barriguda – e a Pedra do Sino – que emite o som do badalo de um sino. Para fortalecer o encontro, Helena Monteiro, Coordenadora do Movimento, contou com a importante participação de Sayonara Brasil, Artista Plástica, que reside em João Pessoa, reconhecida internacionalmente, através de exposições de artes realizadas na Europa e EUA, uma amante das letras e da natureza, “mulher da mais fina flor”- e a presença da escritora/poeta Rejane Souza, de Nísia Floresta, Mestre pela UFRN, Pesquisadora e Coordenadora Geral do III Encontro Nacional do Mulherio das Letras/RN.

O evento também contou com a presença de Karol de Oliveira, turismóloga e empreendedora, que se encantou com a oficina e ficou responsável pela divulgação do roteiro da experiência literária. O próximo encontro será no mês de outubro em Barra de Cunhaú.

Da Redação / Nísia Digital

O que tem a nos dizer?

...