NÍSIA FLORESTA BRASILEIRA AUGUSTA SERÁ RECONHECIDA COMO HEROÍNA DA PÁTRIA

Imagem: Reprodução/Instagram

O Projeto de Lei 1397/2019, de autoria do senador Styvenson Valentim (Pode-RN), que propõe a inscrição do nome da educadora e poetisa potiguar Nísia Floresta Brasileira Augusta no Livro dos Heróis e Heroínas da Pátria, contou com parecer favorável no relatório do senador Renan Calheiros (MBD-AL) e deverá ser votado em breve na Comissão de Educação, Cultura e Esporte (CE).

“Gostaria de agradecer pelo reconhecimento da importância de Nísia Floresta que, num momento conturbado como no século XIX, teve coragem para liderar o movimento feminista e abolicionista, escrevendo vários livros e sendo referência na luta pela igualdade de gêneros. Ela inclusive deixou um livro para a sua filha cujo título é: Conselho para as Mulheres. Não só o Rio Grande do Norte, mas o Brasil ganhará muito em conhecer mais sobre a história desta grande mulher”, observou Styvenson.

Foto: Reprodução/Facebook

O relatório já foi lido na CE pelo senador Eduardo Girão (Pode-CE), que enfatizou a história da educadora, poetisa e defensora dos direitos das mulheres, dos índios e dos escravos, e uma das mais conhecidas filhas do Rio Grande do Norte. “Tive a oportunidade de conhecer o município potiguar que leva o nome da nossa futura heroína e me chamou atenção o acolhimento do povo. Hoje estou tendo a honra de ler esse relatório que revela não haver nenhuma dúvida do merecimento de Nísia Floresta. Parabenizo o senador Styvenson pela proposição e o senador Renan pelo relatório favorável”, disse o senador cearense.

O livro dos Heróis e Heroínas da pátria se destina ao registro perpétuo do nome de brasileiros que tenham realizado atos em prol do país, com excepcional dedicação e heroísmo. A publicação encontra-se no Panteão da Pátria e da Liberdade Tancredo Neves, em Brasília.

Da Redação / Nísia Digital

O que tem a nos dizer?

...