DELAÇÃO DA ODEBRECHT: ROBINSON FARIA (PSD) É SUSPEITO DE RECEBER R$ 350 MIL EM 2010

O governador do Rio Grande do Norte, Robinson Faria (PSD), é investigado em um inquérito autorizado pelo ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Edson Fachin a pedido do procurador-geral da República, Rodrigo Janot.

Foto: Thyago Macedo/G1-RN

A PGR fez o pedido com base nas delações dos ex-executivos da Odebrecht. Fachin autorizou inquéritos para investigar 8 ministros, 24 senadores, 39 deputados e 3 governadores.
Robinson Mesquita de Faria é investigado junto com a prefeita de Mossoró (RN), Rosalba Ciarlini Rosado (PP), e o deputado federal Fábio Faria (PSD) devido às delações de Alexandre José Lopes Barradas, Fernando Luiz Ayres da Cunha Reis, Benedicto Barbosa da Silva Júnior, Ariel Parente e João Antônio Pacífico Ferreira.

Segundo o Ministério Público, a Odebrecht Ambiental desejava desenvolver PPP’s (Parcerias Público-Privadas) de saneamento básico no estado e, por isso, a Odebrecht doou R$ 350 mil ao governador Robinson Faria e à prefeita Rosalba Ciarlini e R$ 100 mil ao deputado Fábio Faria na campanha de 2010 “para eventual favorecimento em projetos relacionados a saneamento básico”.

Em 2010, Robinson foi candidato a vice na chapa de Rosalba e ambos acabaram eleitos. Robinson foi eleito governador em 2014 e Rosalba, prefeita de Mossoró em 2016.
Como a Odebrecht Ambiental não pode fazer doação eleitoral oficial, por atuar como concessionária de serviço público, o repasse das doações foi feito pelo Setor de Operações Estruturadas da Odebrecht, mais conhecido como “setor de propinas” da empreiteira, segundo o pedido de investigação.

Fábio Faria recebeu os apelidos de “Garanhão” e “Bonitão”, Rosalba Ciarlini, de “Carrosel”, e Robinson Faria, de “Bonitinho”, segundo o MP, e os candidatos se reuniram com representantes da Odebrecht Ambiental.
Segundo a PGR, “as condutas descritas amoldam-se, em tese, às figuras típicas contidas” nos artigos 317 e 333 do Código Penal (corrupção passiva e ativa) e no artigo 1° da Lei 9.613/98 (lavagem de dinheiro).

Rosalba Ciarlini (PP) afirma que nunca recebeu doação de campanha da Odebrecht nem contratou qualquer obra ou serviço com a empresa ou o grupo. A ex-governadora do RN e atual prefeita de Mossoró afirma que isso prova a completa improcedência da referência a seu nome.

POSIÇÃO DO GOVERNADOR

Utilizando as redes sociais, Robinson Faria publicou um posicionamento sobre o de ter sido citado na lista. Confira a íntegra logo abaixo:

“Bom dia, amigos! Primeiramente, meu sentimento neste dia é de gratidão a Deus por mais um ano de vida que me concede. Mas tenho também a necessidade de tranquiliza-los a respeito das notícias que relacionam meu nome a uma lista de investigações. Ainda não tive acesso ao teor da denúncia, mas quero deixar claro que minha postura é de serenidade e consciência tranquila. Estou pronto para prestar os esclarecimentos que venham a ser necessários à Justiça. Continuo seguindo com a missão que recebi de Deus e do povo do meu Estado. Continuo dando tudo de mim, com perseverança e compromisso com o o povo do Rio Grande do Norte.”

Do G1-RN
ndwhats

PREFEITURA DE NÍSIA FLORESTA FORMALIZA PARCERIA COM O PROGRAMA EDUCAÇÃO EMPREENDEDORA DO SEBRAE

A parceria do Sebrae com as gestões públicas vem sendo uma grande aliada do desenvolvimento cultural e educacional dos municípios brasileiros. Nesse sentido, atentos a programas que possam gerar benefícios e sustentabilidade à rede de ensino, o prefeito Daniel Marinho junto com a Secretária de Educação, Valéria Aquino, receberam, nesta segunda-feira, (10) o analista e gestor da área de Educação Empreendedora do Sebrae, Everton Vagner, a fim de obter informações significativas sobre o Curso Jovens Empreendedores, que tem como finalidade ampliar, promover e disseminar a educação empreendedora por meio da oferta de conteúdos de empreendedorismo nos currículos. Esse projeto atua no sentido de consolidar a cultura empreendedora nos diferentes níveis de ensino.

Foto: Rudimar Ramon

Satisfeito com a exposição, Daniel Marinho formalizou parceria para que o a rede de ensino de Nísia Floresta seja beneficiada com o Programa.  A ideia é implantar o programa, inicialmente, em escola do Ensino Fundamental I.

O Sebrae além de oferecer oficinas para capacitar, gratuitamente, os professores, doa também todo o material pedagógico aos docentes e estudantes para ser explorados durante o período do curso.

Foto: Rudimar Ramon

A Coordenadora do Ensino Fundamental, Rejane de Souza, que é uma grande defensora do programa, foi escolhida pela Secretária Valéria para gerenciar o programa.  Novo cenário educacional se vislumbra na região, favorecendo  a permanência dos alunos na escola e um aprendizado empreendedor.

Da Redação / Do Nísia Digital

COM POTIGUARES, “LISTA DE FACHIN” TRAZ MINISTROS, SENADORES, DEPUTADOS E GOVERNADORES QUE PODEM SER INVESTIGADOS

O ministro Luiz Edson Fachin, relator da Operação Lava Jato no Supremo Tribunal Federal (STF), autorizou a Procuradoria Geral da República (PGR) a investigar 9 ministros, 29 senadores e 42 deputados federais que fazem parte da chamada “lista do Janot”, afirmou nesta terça-feira (11) reportagem do jornal “O Estado de S. Paulo”.

Entre os alvos dos novos inquéritos, segundo o site da publicação, estão os presidentes da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ) e do Senado, Eunício Oliveira (PMDB-CE).

O teor das decisões de Fachin não foi divulgado oficialmente. O texto da reportagem informa que o jornal teve acesso a despachos do ministro, assinados eletronicamente no último dia 4.

Depois da divulgação das informações, o STF informou oficialmente que Fachin determinou a abertura de 76 inquéritos para investigar políticos e autoridades com base nas delações de ex-executivos da Odebrecht. Dessas investigações, duas estão mantidas em sigilo pelo ministro, que é relator da Operação Lava Jato no Corte.

Segundo o gabinete de Fachin, foram arquivados sete casos envolvendo autoridades, a pedido da Procuradoria Geral da República (PGR), por falta de indícios da ocorrência de crimes.

Segundo informou o Supremo, a PGR ainda pediu ao ministro que enviasse de volta aos investigadores três pedidos de investigação, para nova análise dos relatos. O próprio Fachin remeteu outros oito pedidos à PGR, para nova manifestação do órgão, responsável pela condução das investigações.

O ministro também decidiu enviar para instâncias inferiores da Justiça 201 pedidos de investigação de pessoas citadas sem o chamado “foro privilegiado” (prerrogativa de responder a processo somente no STF). Ainda existem outros 25 pedidos mantidos sob sigilo, por risco de atrapalhar as investigações.

Ministros de Temer

Dos 28 ministros do governo Michel Temer, nove serão investigados no Supremo Tribunal Federal por ordem de Edson Fachin, afirma o jornal.

Janot pediu ao STF para investigar os ministros Eliseu Padilha (PMDB), da Casa Civil; Moreira Franco (PMDB), da Secretaria-Geral da Presidência; Gilberto Kassab (PSD), da Ciência e Tecnologia; Helder Barbalho (PMDB), da Integração Nacional; Aloysio Nunes (PSDB), das Relações Exteriores; Blairo Maggi (PP), da Agricultura; Bruno Araújo (PSDB), das Cidades; Roberto Freire (PPS), da Cultura; e Marcos Pereira (PRB), da Indústria, Comércio Exterior e Serviços.

De acordo com o “Estadão”, Padilha e Kassab serão alvo de dois inquéritos abertos na Corte para apurar as denúncias dos delatores da Odebrecht.

A reportagem ressalta que Michel Temer é citado nos pedidos de abertura de dois inquéritos, mas, em razão da “imunidade temporária” que ele possui como presidente da República, a PGR não o incluiu na “lista do Janot”.

No período em que estiver no comando do Palácio do Planalto, Temer não poderá ser investigado por crimes que não tenham relação com o exercício do mandato.

Senadores

A reportagem do jornal “O Estado de S. Paulo” informa que os senadores Aécio Neves (PSDB-MG) e Romero Jucá (PMDB-RR) são os alvos da “lista do Janot” com maior número de inquéritos abertos: 5 cada. Aécio é presidente nacional do PSDB. Jucá, além de presidir o PMDB, é o líder do governo Michel Temer no Senado.

Na sequência, vem o líder do PMDB no Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), que é alvo de quatro inquéritos .

Delações da Odebrecht

Os pedidos de investigação apresentados em 14 de março ao Supremo pelo procurador-geral da República, Rodrigo Janot, se basearam nos depoimentos de 40 dos 78 delatores da Odebrecht, segundo informou o jornal.

De acordo com o site da publicação, Fachin autorizou a retirada do sigilo das investigações que ele mandou abrir a pedido do procurador-geral da República, Rodrigo Janot.

A chamada “lista do Janot”, segundo “O Estado de S. Paulo”, contém 83 pedidos de abertura de inquérito, 211 pedidos de remessa de trechos das delações que citam pessoas sem foro no STF para outras instâncias da Justiça, 7 pedidos de arquivamento e 19 outras providências.

De acordo com o jornal, o relator da Lava Jato também autorizou a investigação, no próprio STF, de um ministro do Tribunal de Contas da União, de três governadores e de 24 outros políticos e autoridades que, embora não tenham foro no tribunal, estão relacionados aos fatos narrados pelos colaboradores.

A lista

A lista dos investigados, segundo o jornal, é a seguinte (veja o que cada um falou dentre aqules com os quais o G1 conseguiu contato):

MINISTROS (9)

PMDB (3)

  • Ministro da Casa Civil, Eliseu Padilha (PMDB) – “Tenho pouco elemento para poder me manifestar sobre isso. Mas eu acho que está dentro do quadro da normalidade. […] Eu não falo sobre isso. Não falo sobre esse assunto. Sobre esse assunto só falo nos autos do processo. Processo a gente fala nos autos do processo.”
  • Ministro da Secretaria-Geral da Presidência, Moreira Franco (PMDB) – A assessoria do ministro da Secretaria-Geral da Presidência, Moreira Franco, informou que ele não vai comentar o assunto.
  • Ministro da Integração Nacional, Helder Barbalho (PMDB)

PSDB (2)

  • Ministro das Cidades Bruno Cavalcanti de Araújo (PSDB)
  • Ministro das Relações Exteriores Aloysio Nunes Ferreira (PSDB)

PPS (1)

  • Ministro da Cultura Roberto Freire (PPS)

PRB (1)

  • Ministro da Indústria, Comércio Exterior e Serviços Marcos Antônio Pereira (PRB)

PP (1)

  • Ministro da Agricultura, Pecuária e Abastecimento Blairo Borges Maggi (PP) – “Lamento que meu nome tenha sido incluído numa lista de pessoas citadas em delações da Construtora Odebrecht, sem que eu tivesse qualquer possibilidade de acesso ao conteúdo para me defender. Me causa grande constrangimento ter minha honra e dignidade maculadas, numa situação na qual não sei sequer do que sou acusado. Mesmo assim, gostaria de esclarecer que: 1. Não recebi doações da Odebrecht para minhas campanhas eleitorais; 2. Não tenho ou tive qualquer relação com a empresa ou os seus dirigentes. 3. Tenho minha consciência tranquila de que nada fiz de errado.”

PSD (1)

  • Ministro da Ciência e Tecnologia Gilberto Kassab (PSD)

SENADORES (29)

PMDB (9)

  • Romero Jucá Filho (PMDB-RR) – “Sempre estive e sempre estarei à disposição da Justiça para prestar qualquer informação. Nas minhas campanhas eleitorais sempre atuei dentro da legislação e tive todas as minhas contas aprovadas.”
  • Renan Calheiros (PMDB-AL) – Em nota, Renan Calheiros afirmou que “a abertura dos inquéritos permitirá que eu conheça o teor das supostas acusações para, enfim, exercer meu direito de defesa sem que seja apenas baseado em vazamentos seletivos de delações. Um homem público sabe que pode ser investigado. Mas isso não significa condenação prévia ou atestado de que alguma irregularidade foi cometida. Acredito que esses inquéritos serão arquivados por falta de provas, como aconteceu com o primeiro”.
  • Edison Lobão (PMDB-MA)
  • Kátia Regina de Abreu (PMDB-TO)
  • Eunício Oliveira (PMDB-CE) – Em entrevista, Eunício Oliveira declarou: “Não tenho nenhuma informação sobre os nomes e nem sobre os inquéritos. Os homens públicos têm que estar sempre atentos e sem medo de fazer os enfrentamentos que a vida a pública nos oferece. Vamos tocar a pauta do Senado naturalmente. Vamos tocar a pauta com naturalidade.”
  • Eduardo Braga (PMDB-AM)
  • Valdir Raupp (PMDB-RO) – “Afirma que recebeu com tranquilidade a sua citação na lista do ministro Fachin publicada no dia de hoje, baseada em declarações de delatores que no desespero falam e ninguém pode impedir. Este será o momento que o senador terá para provar que as doações legais destinadas ao Partido foram declaradas e aprovadas pela Justiça Eleitoral.”
  • Garibaldi Alves Filho (PMDB-RN)
  • Marta Suplicy (PMDB-SP)

PSDB (7)

  • Aécio Neves (PSDB-MG) – Em nota, a assessoria do senador Aécio Neves informou que ele “considera importante o fim do sigilo sobre o conteúdo das delações, iniciativa solicitada por ele ao ministro Edson Fachin na semana passada, e considera que assim será possível desmascarar as mentiras e demonstrar a absoluta correção de sua conduta”.
  • Antônio Anastasia (PSDB-MG) – A assessoria do senador Antonio Anastasia informou que o parlamentar, em toda a sua trajetória “nunca tratou de qualquer assunto ilícito com ninguém”.
  • Cássio Cunha Lima (PSDB-PB) – Nas redes sociais, o senador Cássio Cunha Lima (PSDB-PB) postou a seguinte mensagem. “Eu recebi, sim, uma doação da Braskem, que é do grupo Odebrecht, na campanha de 2014. Essa doação foi devidamente declarada na minha prestação de contas. Acontece que agora o Ministério Público Federal está pedindo ao Supremo investigação, até mesmo, nessas doações legais porque começa a surgir suspeitas de que alguns partidos fizeram lavagem de dinheiro através das doações partidárias. E, cá para nós, tem que investigar, sim, até o fim, para que tudo seja devidamente esclarecido”.
  • Dalírio José Beber (PSDB-SC)
  • José Serra (PSDB-SP)
  • Eduardo Amorim (PSDB-SE)
  • Ricardo Ferraço (PSDB-ES) – “Foi com absoluta perplexidade e indignação que eu recebi a informação de que meu nome está incluído na chamada lista do Fachin. Toda minha campanha foi declarada e como poderão constatar na prestação de contas no TSE, esta empresa não foi doadora. Nunca tratei qualquer assunto com essas pessoas e tampouco autorizei que alguém tratasse. Acionarei esses mentirosos judicialmente para que provem as acusações.”

PT (4)

  • Paulo Rocha (PT-PA)
  • Humberto Costa (PT-PE) – O senador Humberto Costa (PT-PE) também divulgou nota, na qual informou que “espera a conclusão de inquérito aberto há mais de dois anos pelo STF, e para o qual a Polícia Federal já se manifestou em favor do arquivamento – aguarda ter acesso aos novos documentos para reunir as informações necessárias à sua defesa. O senador, que já abriu mão de todos os seus sigilos, se coloca, como sempre o fez, à disposição das autoridades para todos os esclarecimentos necessários”.
  • Jorge Viana (PT-AC) – “Sobre o envolvimento do meu nome e do governador Tião Viana, não há nenhuma denúncia de corrupção contra nós, mas questionamentos sobre a arrecadação da campanha em 2010. Vamos provar na Justiça o que dissemos antes: nossas campanhas foram dentro da lei e feitas com dinheiro limpo.”
  • Lindbergh Farias (PT-RJ) – “Mais uma vez confiarei que as investigações irão esclarecer os fatos e, assim como das outras vezes, estou convicto que o arquivamento será único desfecho possível para esse processo. Novamente justiça será feita.”

PSB (2)

  • Fernando Bezerra Coelho (PSB-PE) – “A defesa afirma que não foi oficialmente comunicada, tampouco teve acesso à referida investigação. Fernando Bezerra mantém-se, como sempre esteve, à disposição das autoridades a fim de prestar quaisquer esclarecimentos que elas possam necessitar.”
  • Lidice da Mata (PSB-BA)

DEM (2)

  • José Agripino Maia (DEM-RN) – O senador José Agripino Maia divulgou a seguinte nota: “Mesmo não tendo sido candidato em 2014 e desconhecendo o teor das menções a mim atribuídas, coloco-me à disposição da justiça para colaborar com as investigações que se venham a requerer.”
  • Maria do Carmo Alves (DEM-SE)

PP (2)

  • Ciro Nogueira (PP-PI)
  • Ivo Cassol (PP-RO)

PC do B (1)

  • Vanessa Grazziotin (PCdoB-AM) – “A senadora esclarece que as doações feitas para suas campanhas foram oficiais, declaradas e posteriormente aprovadas pela Justiça Eleitoral.”

PTC (1)

  • Fernando Afonso Collor de Mello (PTC-AL)

PSD (1)

  • Omar Aziz (PSD-AM)

DEPUTADOS FEDERAIS (42)

PT (11)

  • Marco Maia (PT-RS) – “A defesa do deputado Marco Maia (PT-RS), representada pelo criminalista Daniel Gerber, informa que as ações criminais cabíveis contra estes delatores serão adotadas, na medida em que imputam a terceiros atos inexistentes como forma de obterem benefícios que não merecem junto ao Poder Judiciário.”
  • Carlos Zarattini (PT-SP)
  • Nelson Pellegrino (PT-BA)
  • Maria do Rosário (PT-RS)
  • Vicente “Vicentinho” Paulo da Silva (PT-SP)
  • Vander Loubet (PT-MS)
  • Zeca Dirceu (PT-PR)
  • Zeca do PT (PT-MS)
  • Vicente Cândido (PT-SP)
  • Décio Lima (PT-SC)
  • Arlindo Chinaglia (PT-SP)

PP (5)

  • Mário Negromonte Jr. (PP-BA)
  • Paulo Henrique Lustosa (PP-CE)
  • Cacá Leão (PP-BA)
  • Dimas Fabiano Toledo (PP-MG)
  • Júlio Lopes (PP-RJ)

DEM (5)

  • Rodrigo Maia (DEM-RM), presidente da Câmara – Disse em entrevista que confia na Justiça e vai continuar confiando sempre. Declarou que as citações de delatores são falsas e os inquéritos serão arquivados. Segundo ele, MP e Justiça estão fazendo seu papel de forma competente.
  • José Carlos Aleluia (DEM-BA)
  • Felipe Maia (DEM-RN)
  • Ônix Lorenzoni (DEM-RS)
  • Rodrigo Garcia (DEM-SP)

PMDB (4)

  • Jarbas de Andrade Vasconcelos (PMDB-PE)
  • Pedro Paulo (PMDB-RJ)
  • Lúcio Vieira Lima (PDMB-BA)
  • Daniel Vilela (PMDB-GO)

PSDB (4)

  • Jutahy Júnior (PSDB-BA)
  • Yeda Crusius (PSDB-RS)
  • João Paulo Papa (PSDB-SP)
  • Betinho Gomes (PSDB-PE)

PR (3)

  • João Carlos Bacelar (PR-BA)
  • Milton Monti (PR-SP)
  • Alfredo Nascimento (PR-AM)

PRB (2)

  • Celso Russomano (PRB-SP)
  • Beto Mansur (PRB-SP)

PSB (2)

  • José Reinaldo (PSB-MA), por fatos de quando era governador do Maranhão
  • Heráclito Fortes (PSB-PI)

PSD (2)

  • Antônio Brito (PSD-BA)
  • Fábio Faria (PSD-RN)

PC do B (1)

  • Daniel Almeida (PCdoB-BA)

PTB (1)

  • Paes Landim (PTB-PI)

PPS (1)

  • Arthur Oliveira Maia (PPS-BA)

SD (1)

  • Paulinho da Força (SD-SP)

Ministros do TCU (1)

  • Vital do Rêgo Filho – “O ministro do TCU Vital do Rêgo e sua defesa não tiveram acesso ao conteúdo do pedido de abertura de inquérito mencionado pela imprensa. O ministro está à disposição das autoridades e confia que será comprovada a falta de relação entre ele e os fatos investigados.”

SEM FORO NO STF (27)

Governadores (3)

  • Governador do Rio Grande do Norte, Robinson Faria (PSD)
  • Governador do Acre Tião Viana (PT) – “Sobre o envolvimento do meu nome e do governador Tião Viana, não há nenhuma denúncia de corrupção contra nós, mas questionamentos sobre a arrecadação da campanha em 2010. Vamos provar na Justiça o que dissemos antes: nossas campanhas foram dentro da lei e feitas com dinheiro limpo. Nada devemos e nada tememos. Confiamos na Justiça.” (nota divulgada pelo senador Jorge Viana, irmão do governador)
  • Governador de Alagoas, Renan Filho (PMDB) – O governador de Alagoas, Renan Filho (PMDB), divulgou nota na qual disse ter declarado todas as doações recebidas na campanha, que foram “rigorosamente dentro da lei, declaradas e aprovadas pela Justiça Eleitoral”.

Outros (24)

  • Prefeita de Mossoró/RN Rosalba Ciarlini (PP), ex-governadora do Estado
  • Valdemar da Costa Neto (PR)
  • Luís Alberto Maguito Vilela, ex-Senador da República e Prefeito Municipal de Aparecida de Goiânia entre os anos de 2012 e 2014
  • Edvaldo Pereira de Brito, então candidato ao cargo de senador pela Bahia nas eleições 2010
  • Oswaldo Borges da Costa, ex-presidente da Companhia de Desenvolvimento Econômico de Minas Gerais/Codemig
  • Cândido Vaccarezza (ex-deputado federal PT)
  • Guido Mantega (ex-ministro)
  • César Maia (DEM), vereador e ex-prefeito do Rio de Janeiro e ex-deputado federal
  • Paulo Bernardo da Silva, então ministro de Estado
  • Eduardo Paes (PMDB), ex-prefeito do Rio de Janeiro
  • José Dirceu
  • Deputada Estadual em Santa Catarina Ana Paula Lima (PT-SC)
  • Márcio Toledo, arrecadador das campanhas da senadora Suplicy
  • Napoleão Bernardes, Prefeito Municipal de Blumenau/SC
  • João Carlos Gonçalves Ribeiro, que então era secretário de Planejamento do Estado de Rondônia
  • advogado Ulisses César Martins de Sousa, à época Procurador-Geral do Estado do Maranhão
  • Rodrigo de Holanda Menezes Jucá, então candidato a vice-governador de Roraima, filho de Romero Jucá
  • Paulo Vasconcelos, marqueteiro de Aécio
  • Eron Bezerra, marido da senadora Grazziotin
  • Moisés Pinto Gomes, marido da senadora Kátia Abreu, em nome de quem teria recebido os recursos
  • Humberto Kasper
  • Marco Arildo Prates da Cunha
  • Vado da Famárcia, ex-prefeito do Cabo de Santo Agostinho – O ex-prefeito do Cabo de Santo Agostinho Vado da Farmácia, que teve o nome incluído na relação de políticos beneficiados por doações irregulares feitas pela Empreiteira Odebrecht, negou que tenha recebido qualquer recurso de forma ilícita para sua campanha eleitoral em 2012. Segundo ele, todas as doações foram feitas legalmente, de acordo com a legislação, e as contas foram aprovadas pela Justiça Eleitoral. O ex-prefeito afirmou que não tem nada a temer e se coloca à disposição da Justiça para fazer os esclarecimentos necessários.
  • José Feliciano
Do Portal G1 / Com informações do Estado de São Paulo

GOVERNADOR CELEBRA ANIVERSÁRIO COM MISSA EM SÃO JOSÉ DE MIPIBU

Robinson Faria – governador do Rio Grande do Norte – vai comemorar o aniversário deste ano com uma celebração em ação de graças na igreja matriz de Sant’Ana e São Joaquim, na cidade de São José de Mipibu. A missa será realizada nesta quarta-feira (12), a partir das 19h, e terá a presença de lideranças políticas, auxiliares de governo, população e imprensa.

Durante o dia, Robinson Faria levará uma série de ações de Governo ao município. Pela manhã, o governador vai inaugurar a estrada que liga São José de Mipibu a Tabatinga; participar do Vila Cidadã com ações integradas para atendimento à população e participará de um almoço durante a inauguração do novo Restaurante Popular. Já no período da tarde, o governador assinará a Ordem de Serviço para reforma da urgência e emergência do Hospital Monsenhor Antônio Barros; fará uma visita ao Centro Especializado de Reabilitação e entregará equipamentos aos usuários cadastros pelo CRI. A agenda de trabalho será encerrada com uma visita a Escola Estadual Rafael Garcia.

Da Redação / Do Nísia Digital

CUIDAR DAS FAMÍLIAS

O Para Francisco, com a Exortação Apostólica Pós-sinodal, Amoris Laetitia, ou seja, a Alegria do Amor que se vive nas famílias, e que também é o júbilo da Igreja (AL, 1), deu continuidade ao que ele mesmo diz, na Alegria do Evangelho, que deseja para os membros da comunidade eclesial, a saber: “uma conversão pastoral e missionária, que não pode deixar as coisas como estão” (EG, 25). Essa mudança paradigmática tem como fundamento o Evangelho (EG, 34), que tem como chave de leitura a ação misericordiosa de Deus. Ela é o elemento principal da “Nova Lei, pela ação do Espírito Santo, que se manifesta através da fé que opera pelo amor” (EG, 37). O centro do agir moral da Igreja é a misericórdia, pois “ela é a maior de todas as virtudes” (EG, idem). Essa introdução nos coloca em sintonia com a intenção pastoral do Sumo Pontífice para toda a Igreja, neste momento da História.

O capítulo VIII da Amoris Laetitia foi, e ainda está sendo alvo de muitas controvérsias. Nele, o Papa Francisco, depois de consultar e realizar um percurso de preparação, com consultas em todas as Igrejas Particulares, reconhecendo o Senso dos Fiéis, até chegar às conclusões, exorta que a Igreja precisa acompanhar, discernir e integrar a fragilidade das famílias. Afirma que “a Igreja deve acompanhar, com a atenção e solicitude, os seus filhos mais frágeis, marcados pelo amor ferido e extraviado, dando-lhes de novo confiança e esperança, como a luz do farol de um porto ou de uma tocha acesa no meio do povo para iluminar aqueles que perderam a rota ou estão no meio da tempestade”. Continua o Pontífice, “não esqueçamos que, muitas vezes, o trabalho da Igreja é semelhante ao de um hospital de campanha” (AL, 291). Essa imagem é usada para dizer que a Igreja é Mãe. Ela é aquela que cuida. Não abandona. Para ela, como para as outras mães, um filho ou filha, serão sempre filhos e filhas.

Para que este processo de cuidado das famílias, que por motivos variados não puderam corresponder às promessas matrimoniais, o Pontífice orienta que haja a gradualidade na pastoral. A dignidade das pessoas não pode ser desconsiderada. Os ministros ordenados e demais membros da comunidade eclesial precisam “acolher aqueles que fazem parte da Igreja com atenção pastoral misericordiosa e encorajadora”. Para que estas atitudes realizem-se, é indicado o caminho do discernimento pastoral, que possibilitará “a identificação dos elementos que possam favorecer a evangelização e o crescimento humano e espiritual dos envolvidos” (AL, 293). Para o Pontífice, “duas lógicas percorrem toda a história da Igreja, a saber: a) marginalizar; e b) reintegrar. O caminho da Igreja, desde o Concílio de Jerusalém em diante, é sempre o de Jesus: o caminho da misericórdia e da integração” (AL, 296). Para as situações irregulares, há orientação de se voltar a “ouvir o anúncio do Evangelho e o convite à conversão”. Esta metodologia e postura pastoral são exigentes e nos colocam diante de alguns desafios. Alguns destes, pensados por mim, os apresento a seguir, para que tenhamos parâmetros de reflexão e amadurecimento da ação pastoral junto às famílias. Pensei o seguinte:

  • O problema de como foi, no passado, a ação pastoral da Igreja: para quem conhece a história e a metodologia da nossa pregressa ação missionária, pode reconhecer que a maioria dos fiéis de muitas comunidades eclesiais foi mais sacramentada do que evangelizada. Longe daqui, qualquer juízo de valor moral. Não é minha intenção cair no anacronismo histórico. Rendemos graças a Deus por todos os nossos antecessores que deram a vida para que tantas pessoas fossem marcadas e tivessem a confirmação da graça de Deus em suas vidas. Todavia, na atualidade, com a tangibilidade do secularismo, há uma constatação de que a maioria dos membros das comunidades cristãs, não fez a experiência do encontro pessoal com Jesus Cristo. Muitos são membros da comunidade, mas necessitam de uma profunda, consistente e permanente adesão ao seguimento do Senhor. Por isso que, existe um distanciamento da verdade, porque dois caminhos são tomados por estes que foram sacramentados e não evangelizados. Vejamos: A) – O laxismo moral: a atitude de quem se tornou corrupto, ou seja, de quem vive como se não existisse o pecado. O chamado à conversão já não provoca à sua consciência (Mc 1,15). O amor a Deus e ao próximo já não é performativo da sua vida cristã. Sem essa abertura ao amor, a pessoa não consegue reconhecer a verdade de Deus (Cf. S. Agostinho, Confissões). Em Agostinho, é o amor que nos capacita para o conhecimento da verdade. B) – O legalismo: a justiça de Deus, em Jesus Cristo, não é revelada pela lei, mas através da misericórdia (Jo 8, 1-11). Esse tema foi bem aprofundado no Ano Santo da Misericórdia, lembrando especialmente, além de toda a literatura teológica apresentada, o pontificado de São João Paulo II, com a Dives in Misericórdia, que foi um referencial magisterial para que o Papa Franscisco convocasse o jubileu. Há uma mentalidade legalista muito forte nas estruturas eclesiásticas. A lei, para muitos, é o fim, e não o meio da Salus Animarum.
  • A formação integral dos ministros ordenados: além da conversão missionária e pastoral, os ministros ordenados necessitam de uma formação integral para o qualificado empenho apostólico, junto às famílias, ajudando-as a integrarem-se na vida da comunidade cristã, “pois os pastores, que propõem aos fiéis o ideal pleno do Evangelho e a doutrina da Igreja, devem ajudá-los também a assumir a lógica da compaixão pelas pessoas frágeis e evitar perseguições ou juízos demasiados duros e impacientes. O próprio Evangelho exige que não julguemos, nem condenemos (Cf. Mt 7,1; Lc 6,37)” (AL, 308). Podemos acrescentar, que os ministros ordenados, para não agirem como os fariseus, também são chamados à conversão e à vivência do Evangelho, assim como os demais fiéis batizados. Por isso, é importante que: A) – uma formação teológica interdisciplinar: já existe a preocupação, nas estruturas, onde são formados os futuros ministros ordenados, com a inserção das ciências humanas na formação seminarística. Na nova Ratio fundamentalis é a importância da formação espiritual e humana foi enfatizada. B) – a personalidade integrada: além da formação seminarística e permanente, a Igreja está preocupada com a formação inicial dos futuros presbíteros. A história do homem que será sacerdote é tomada como uma questão também relevante no processo formativo do futuro presbítero. A personalidade integrada de um sacerdote será importante para que a experiência do amor e da misericórdia possa formar a sua vida sacerdotal. Sem ingenuidades, nem barateando o que é próprio do Evangelho, que é a necessidade da conversão, o ministro ordenado também precisa estar humanamente integrado para que possa ser sujeito e canal da graça de Deus, na vida das famílias, principalmente daquelas que estão em situação de sofrimento e querendo, humildemente, o acolhimento materno da Igreja, que é chamada a ser casa da misericórdia para todos.

Por fim, esta preocupação de proporcionar o acompanhamento, o discernimento e a integração das famílias no seio da comunidade cristã, deve ser assumida por todos. Temos que aprender de Jesus, a partir da sua prática missionária e pastoral. Igualmente, temos que aprender de São José, que se fosse insensível á vontade misteriosa e misericordiosa de Deus, não teria acolhido à Mãe de Jesus como sua esposa, e não teria tido a magnifica alegria de ser o pai adotivo de Jesus Cristo, Filho de Deus e salvador da Humanidade. Assim o seja!

Por Matias Soares / Padre da Arquidiocese de Natal
ndwhats

CÂMARA DE NÍSIA FLORESTA CONCEDERÁ COMENDA AO GOVERNADOR ROBINSON FARIA

Nesta quarta-feira (12), a Câmara Municipal de Nísia Floresta vai conceder a Medalha Nísia Floresta ao governador Robinson Faria (PSD), durante uma sessão solene marcada para às 10h, presidida pelo vereador Polyana Dias (presidente da Casa Legislativa).

Robinson estará o dia inteiro na cidade de São José de Mipibu. Em meio a extensa agenda, o gestor estadual vem à Nísia Floresta para receber a medalha e realizar a inauguração simbólica da recuperação da RN-063.

A comenda foi proposta pelo vereador Eugênio Gondim (PSD).

Da Redação / Do Nísia Digital

SERVIDORES ESTADUAIS QUE GANHAM ENTRE R$ 2 MIL E R$ 3MIL RECEBEM NESTA TERÇA

Nesta terça-feira (11 de abril), o Governo do Rio Grande do Norte paga o salário de 17.785 servidores, aposentados e pensionistas que recebem entre R$ 2.001 e R$ 3 mil, totalizando 67% da folha.

Os vencimentos dos que ganham mais de R$ 3 mil serão anunciados a partir da disponibilidade de recursos.

O Governo do RN há meses não consegue pagar em dia os servidores, alegando dificuldades financeiras.

Da Redação / Do Nísia Digital
ndwhats

NUTRICIONISTAS DE NÍSIA FLORESTA DESTACAM-SE EM CONFERÊNCIA CARDIOLÓGICA

Kátia Roseanny e Romário Santana – nutricionistas da Secretaria Municipal de Educação de Nísia Floresta – à convite da Sociedade Brasileira de Cardiologia, participaram do Congresso Norteriograndense de Cardiologia, realizado neste fim de semana, em Natal.

Mesa de profissionais em nutrição. (Foto Cedida)

A nutricionista Kátia palestrou sobre o tema: “Impacto da cirurgia bariátrica e dieta nos fatores de risco metabólico; já Romário ficou responsável por coordenar todas as atividades nutricionais durante o evento.

Nutricionistas Kátia, Romário e Ana Karina. (Foto: Cedida)

O renomado médico Dr. Daniel Magnoni – da cidade de São Paulo – foi o grande destaque do congresso. A nutricionista, farmacêutica e terapeuta floral, Ana Karina Lellis, também participou das atividades.

Da Redação / Do Nísia Digital

CONFIRA PROGRAMAÇÃO DA SEMANA SANTA 2017 NA IGREJA MATRIZ DE NÍSIA FLORESTA

A Paróquia de Nossa Senhora do Ó, que atende o município de Nísia Floresta, divulgou a programação para a Semana Santa 2017, na igreja matriz. Os atos litúrgicos começam na quarta-feira (12) e seguem até o domingo (16).

Confira os detalhes a seguir:

Quarta-feira (12); 18h: Celebração da “Quarta de Trevas”;
Quinta-feira (13); 17h: Missa de “Lava Pés” – Instituição da Eucaristia;
Sexta-feira (14); 15h: Celebração da “Paixão do Senhor”, seguida de procissão;
Sábado (15); 22h: Missa da “Ressureição do Senhor”, seguida de procissão;
Domingo (16); 19h: Missa do Domingo de Páscoa.

Algumas capelas das comunidades paroquiais tem programação própria – para informações procurar os animadores.

Da Redação / Do Nísia Digital

FILHO DE VEREADORA DE PARNAMIRIM MORRE EM ACIDENTE DURANTE TRILHA

João Gabriel Pires, de 25 anos e filho de Kátia Pires – vereadora do município de Parnamirim – morreu neste domingo (9), em virtude de um acidente ocorrido durante uma trilha de motocicleta, no bairro de Cajupiranga.

Foto: Reprodução/Facebook

De acordo com informações, o Gabriel estava realizando trilha numa motocicleta quando perdeu o controle e sofreu um grave acidente. O mesmo chegou a ser socorrido, mas teve complicações e acabou morrendo no hospital.

O sepultamento de João Gabriel acontece ás 14h, no Cemitério Morada da Paz.

Da Redação / Do Nísia Digital
ndwhats

FOTOS – CIRCUITO MUSICAL E KALBERG AZEVEDO NO CAMARÃO DO OLAVO

Na noite deste sábado (8), o restaurante Camarão do Olavo – um dos mais tradicionais da cidade de Nísia Floresta – promoveu grande festa animada pelo grupo Circuito Musical, além de Kalberg Azevedo e Carlinhos.

O evento – promovido pela empresária Karla Oliveira, em parceria com a “Sucesso Promoções e Eventos” – foi prestigiado e aprovado por pessoas vindas de diversas parte da Região Agreste.

O blog Nísia Digital acompanhou a festa e traz os melhores registros fotográficos logo abaixo:

CLIQUE PARA VER MAIS…

EQUIPE DA SECRETARIA DE EDUCAÇÃO DE NÍSIA FLORESTA PARTICIPA DE JORNADA DE LEITURA NA FIERN

A Secretaria Municipal de Educação de Nísia Floresta, dentro da politica de incentivo à qualificação e ao aperfeiçoamento da rede, enviou parte da equipe para participar da I Jornada Potiguar de Leitura e Educação na FIERN, que aconteceu na sexta-feira (7). Os jornalistas Rilder Medeiros e Osni Damásio – do projeto Casa das Palavras – são os idealizadores da jornada.

Diante do número limitado de participantes para todo o Estado, Valéria Aquino – Secretária Municipal de Educação – conseguiu enviar cinco pessoas: a gestora da Escola Maria Dolores, Ilzenir de Souza – e a professora Clélia do Nascimento. A gestora Glícia, da Escola Alberto Carvalho – situada em Búzios – e duas coordenadoras do Ensino Infantil e Fundamental: respectivamente, Luciene Monteiro e Rejane de Souza.

O evento contou com importantes docentes da UFRN que atuam na área de formação de leitor no campo da literatura.

Além de nomes de destaque da literatura potiguar e a escritora de renome nacional, autora de livros infanto-juvenil, Roseana Murray.

Da Redação / Do Nísia Digital

GOVERNO DO RN CONVOCA 797 EDUCADORES PARA O QUADRO EFETIVO

O Governo do Rio Grande do Norte publicou, na edição deste sábado (8) do Diário Oficial, a convocação de 797 educadores para compor o quadro efetivo da Rede Estadual de Educação. Esses profissionais foram aprovados num concurso público promovido no ano de 2015.

Os professores, que serão encaminhados para as escolas espalhadas por todo o RN, atuarão em várias áreas do conhecimento, como linguagem, matemática, ciências da natureza e humanas, na educação especial, e terão 30 dias para se apresentar, contando a partir da data de nomeação.

Documentação exigida
Diploma de conclusão de curso com habilitação para o cargo, devidamente registrado por órgão competente;
Cópia de Cédula de Identidade;
Cópia de Cadastro de Pessoa Física – CPF;
Comprovante de residência;
Cópia do Título de Eleitor e Declaração de Quitação Eleitoral;
Cópia da Certidão de Reservista (sexo masculino);
Cópia da CTPS – Carteira de Trabalho e Previdência Social (página com foto frente e verso e todas com contrato de trabalho assinado e a seguinte em branco);
Cópia do PIS ou PASEP;
Cópia de Certidão de Nascimento ou Casamento;
Atestado de Saúde Ocupacional (ASO), habilitando o candidato para o exercício do cargo, expedido por junta médica oficial;
Número da Conta bancária e Agência em nome do Titular do Contrato (conta do Banco do Brasil);
Certidão negativa de antecedentes criminais expedidas pelas Justiças estadual e federal, assim como, pela Polícia Civil da localidade em que o candidato possuir residência nos últimos cinco anos;
Cópia da carteira de Inscrição no Conselho Regional de Educação Física (para os convocados em Educação Física).
Local de entrega
1ª DIREC /Natal – Secretaria de Estado da Educação e da Cultura – Centro Administrativo, Bloco I, Térreo, BR 101, Lagoa Nova, Natal / Telefones: (84) 3232-7448/2745/7649/4248/7455/7648/7450
2ª DIREC /Parnamirm – Rua Sargento Noberto Marques nº 173 , Centro / Telefones: (84) 6418-6419/ 3644-6409
3ª DIREC/Nova Cruz – Rua Pedro Maurício Tavares, S/N – Frei Damião / Telefones: (84) 3281-5904/5900
4ª DIREC/São Paulo do Potengi – Av. General Dantas nº 422 – Centro / Telefones: (84) 3251-4967/4968
5ª DIREC/Ceará-Mirim – Av. Luis Lopes Varela nº 1125 / Telefones: (84) 3274-5969/5987
6ª DIREC/Macau – Rua Vereador Pericles Coimbra nº 157 – Centro / Telefones: (84) 3521-6455/6452
7ª DIREC/Santa Cruz – Rua Ministro Mario Andreazza nº 35 – Conj. Augusto Fernandes Pereira / Telefones: (84) 3291-6918/6921
8ª DIREC/Angicos – Rua Aristofanes Fernandes S/N – Alto Triangulo / Telefones: (84) 3531-3916/3917
9ª DIREC/Currais Novos – Rua Des. Tomaz Salustino nº 50 – Centro / Telefones: (84) 3405-3330/3331
10ª DIREC/Caicó – Rua Monsenhor Severiano, 150 – Penedo / Telefones: (84) 3421-6046/6061
11ª DIREC/Assu – Praça Getulio Vargas nº 163 – 1º andar- Centro/ Telefones: (84) 3331-2724/6527
12ª DIREC/Mossoró – Rua Cunha da Mota, 10 – Centro / Telefones: (84) 3315-5668/5671
13ª DIREC/Apodi – Rua Manoel Nogueira nº 550 – Centro / Telefones: (84) 3333-2181/2274
14ª DIREC/Umarizal – Rua João Abillio º 01 – Centro / Telefones: (84) 3397-2319/2597
15ª DIREC/Pau dos Ferros – Travessa Joaquim de Holanda, 19 – São Judas Tadeu / Telefones: (84) 3351-3010/2413
16ª DIREC/João Câmara – Rua 29 de Outubro nº 204 – Centro / Telefones: (84) 3262-3038/3963

Exames necessários
VALIDADE DE 30 DIAS (Atestado de Sanidade Mental);
VALIDADE DE 90 DIAS (Hemograma, Glicemia em Jejum, Sumário de Urina com Sedimentoscopia, Parasitológico de Fezes;
Candidatas gestantes: Laudo de Ginecologista atestando, por estarem isentas dos exames de radiologia;
VALIDADE DE 6 MESES (Eletrocardiograma com parecer do Médico Cardiologista, Raios-X do Tórax em PAe Perfil – com laudo do Radiologista);
VALIDADE DE 12 MESES (Dosagem PSA, para candidatos do sexo masculino, com idade igual ou superior a 45 anos; Citologia Oncótica, para candidatos do sexo feminino, com parecer de médico; Ginecologista; Mamografia, para candidatos do sexo feminino, com idade igual ou superior a 45 anos, com parecer de Médico Mastologista;
(Obs. A Comissão Permanente de Inspeção Médica Oficial poderá solicitar dos candidatos outros exames, bem como pareceres que julgar necessários);

Local para inspeção médica admissional
Comissão Permanente de Inspeção Médica Oficial, situada na sede da EMATER/RN, Centro Administrativo do Estado- BR 101, Km 0, Lagoa Nova, Natal/RN / Fone: (84) 3232-1056
(Obs. Ligar para agendar o atendimento no horário de 8h às 12h).

Da Redação / Do Nísia Digital

MORRE ZÉ DE NECO – GRANDE INCENTIVADOR DO FUTEBOL AMADOR EM NÍSIA FLORESTA

Faleceu nesta sexta-feira (7) o aposentado José Manoel do Nascimento, conhecido por “Zé de Neco”, que estava com 80 anos. Um dos fundadores do Vila Nova Futebol Clube – do bairro do Porto, ele foi um dos grandes incentivadores do futebol amador na cidade de Nísia Floresta.

Zé de Neco com o troféu do Nisiaflorestense 2016. (Foto: Arquivo/Nísia Digital)

O velório acontece na residência de Zé de Neco, no Porto. O cortejo fúnebre, com destino ao cemitério público do Centro, está previsto para às 15h deste sábado (8).

Da Redação / Do Nísia Digital

CIRCUITO MUSICAL ANIMA A NOITE DE HOJE NO CAMARÃO DO OLAVO

Chegou o grande dia de todo o Agreste Potiguar se reunir no Camarão do Olavo. O mais tradicional restaurante de Nísia Floresta apresenta, neste sábado (8 de abril), a partir das 22h, a banda Circuito Musical. Kalberg Azevedo e Karlinhos também animam a noite de festa.

Imagem: Divulgação

As senhas – que estão limitadas – podem ser adquiridas no local do evento ou na cigarreira do Bastinho, em São José de Mipibu, pelo valor R$ 25.

A festa – regada à muito forró – terá a cobertura fotográfica do Nísia Digital.

Da Redação / Do Nísia Digital
ndwhats

error: Content is protected !!