POLÍCIA PRENDE ACUSADO DE ABUSAR SEXUALMENTE DE ENTEADA DE 7 ANOS EM NÍSIA FLORESTA

Por Redação, da Degepol.

A polícia prendeu na manhã dessa sexta-feira (15), em Nísia Floresta, um homem identificado como José Ozaniel Guilerme Roque, de 32 anos, acusado de abusar sexualmente da enteada de apenas 7 anos de idade. O acusado foi conduzido por policiais militares à delegacia da cidade e está prestando depoimento ao delegado Eloi Xavier. A mãe da menina e o irmão, de 9 anos, eram mantidos sob cárcere privado e ameaças de morte.

José Ozaniel era foragido há dois anos da delegacia de João Câmara, onde respondia por homicídio e contra ele havia mandado de prisão em aberto. A prisão dele hoje aconteceu após denúncia anônima.

Segundo o depoimento da mãe da vítima, o acusado já vinha praticando o crime há cerca de 20 dias, na frente da família e chegava a penetrar o órgão genital dele na criança. Ela relatou que às vezes a filha apresentava sangramentos devido aos abusos sofridos. O homem teria inclusive praticado sexo anal contra a menor ainda hoje pela manhã na presença da companheira e do enteado.

O delegado Eloi Xavier contou que a família era mantida presa na casa para não denunciar o crime.  “As crianças só podiam sair para escola, mas era ele que as levava. A mãe não podia sair de casa e todos eram mantidos sobre constantes ameaça de morte. Ele também obrigava o irmão da vítima a pedir esmolar na rua e agredia a criança ameaçando-a o tempo caso contasse o crime a alguém, o menino está inclusive com o olho roxo”, disse.

Ainda segundo o delegado, o acusado teria alegado que se satisfazia mais com a enteada do que a companheira. José Ozaniel deve responder por estupro de vulnerável, cárcere privado e pela Lei Maria da Penha.

Publicidade

O que tem a nos dizer?

...

Um comentário sobre “POLÍCIA PRENDE ACUSADO DE ABUSAR SEXUALMENTE DE ENTEADA DE 7 ANOS EM NÍSIA FLORESTA

  1. Bertoldo Marques

    Essa é só uma notícia desse porte que é divulgada, tenha certeza que no município existem vários casos, não só de abuso contra criança como também a idoso. É lamentável mais é verdade.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *